Mae! Eu ja li a Biblia toda varias vezes. E a conclusao que cheguei e que a missao de todos nos, aqui na terra, e amarmos uns aos outros!
HUGO MAGNO DE BARROS GIUBERTI
Desceu a terra em 10/09/85 e Subiu ao ceu em 20/08/07

sábado, 13 de junho de 2009

Noticias

Tantas coisas mudaram nos ultimos tempos.
Tantas datas importantes , que lembrei de voce, tive que viver.
Nem consegui vir aqui e dizer: "Oi, hoje e o dia do aniversario da mamae". Nao consegui...meu coracao estava muito consternado, filho.
Entao dois dias depois, no dia 18 de Fevereiro, vim aqui e so coloquei um pontinho. So um pontinho para espressar meus sentimentos. E esse pontinho significava tanta coisa para mim, filhote.
Significou sua ausencia no dia em que, nunca deixava de lembrar-se de dar-me os parabens.
Em outras ocasioes de minha vida, tambem vim aqui, nesse nosso espaco, e escrevi apenas um ponto. Talvez tivesse sido melhor usar reticencias, porque tenho fe, que nossa historia nao tem um ponto final, mas as reticencias da eternidade ao lado de Deus. Juntos para sempre.
Mas foi um ponto. Nao um ponto final. Com certeza, seguirao outros paragrafos dessa nossa historia de mae e filho que se amam tanto...
Depois, no dia 12 de Marco, compareci na cerimonia da cidadania americana. Me tornei numa cidada americana naquele dia. Eu sei que voce teria ido, mas como nao pode, porque Papai do Ceu, nao deixa ninguem descer dai do ceu, para comparecer a esses eventos, que para voces ai, nao tem mais significado algum. Afinal agora sao cidadaos do Universo. Mesmo assim fiz questao de usar aquele relogio que voce me deu no ano de 2005. Tenho duvidas se foi no Dia das Maes, ou em um aniversario da mamae. mas usei.
Foi como se voce tivesse estado presente la.
Engracado que ele nao esta funcionando. A hora estava parada. Na verdade filho, vou te confessar agora, pois nunca te contei. Desde o dia em que voce me deu aquele relogio, notei que ele nao funcionava, deve ser a bateria, pois e um relogio precioso, folheado a ouro, que voce me deu com tanto carinho e vontade. Alias, foi exatamente por isso que nao te contei que os ponteiros estavam parados. Porque nao queria desaponta-lo.
As maes sao assim...todas as maes sao assim...passam por cima de tanta coisa, para nao desapontar os filhos.
Para mim era mais importante ver o seu sorriso, e a sua satisfacao de estar me dando um presente que lhe custou tao caro. tantas horas de trabalho, do que saber que "horas sao". O tempo podia mesmo parar naquele sorriso que voce dirigiu a mim, quando me entregou um embrulhinho "mal feito", diga-se de passagem rs. Eu nem me importaria se o tempo tivesse parado naquele sorriso por toda a eterninada, e eu passasse 24 horas seguidamente dos meus dias olhando para ele. Essa e a verdade, filhinho.
Antes da cerimonia da cidadania, passei por alguns momentos tensos. Tive que comparecer a prova de historia e ingles em Dezembro de 2008. Nem te contei isso, ne?
Eu sei...mas nao consigo pensar em varias coisas ao mesmo tempo. Me auto vigio para nao cair em depressao profunda. Afinal nao e qualquer um que consegue conviver distante, ainda que provisoriamente, de um filho tao carinhoso quanto voce, amado.
Mas sabe, preciso te contar. Nada do que eu vive foi mais tenso do que um episodio que vivi nesse periodo. Eu nao vou citar o nome da pessoa, porque todas as pessoas tem o direito a privacidade, ne?. Nem voce gostava que se falasse nesse assunto. Mas sabe aquele seu amigo que foi seu companheiro de escola, quando voce chegou aqui na America?. Aquele que voce fez questao de levar na sua escola e ajuda-lo a se matricular e ensinar algumas coisas???.
Pois e filhinho, aconteceu uma tragedia. Ele adoeceu exatamente como voce adoeceu.
Que susto que eu levei, filho! Que susto!
Hygor chegou aqui em casa me contando que soube que ele estava adoecido como voce, e estava internado. Minhas pernas tremeram, so de imaginar o quanto ele estava sofrendo. O quanto iria sofrer mais ainda. E o quanto a mamae dele ficaria perdida, assim como eu fiquei. Entao respirei fundo. Esperei me acalmar . Esperei que minha mente pudesse raciocinar depois do baque, e tentei localizar a mamae dele para passa-la informacoes que eu so obtive depois de mais de um ano do seu dodoi. Ate la eu fiquei como barata tonta sem saber o que fazer. Quem procurar. O que fazer. E o pior, a grande pergunta: " O que e isso?".
Consegui localiza-la. isso se deu exatamente na epoca em que eu precisava me concentrar na prova, mas era primordial que ele fosse socorrido. Eu tinha certeza, eu sabia, o que iria acontecer depois disso. Ele sairia do hospital acreditando que estava curado e semana depois voltaria para la.
Consegui falar com a mae dele justamente no dia em que ele receberia alta. E como eu imaginava, ela estava ainda mais perdida do que eu, pois nao fala ingles, e nao sabia resolver questoes medicas.
Tremendo ainda liguei para ele no hospital.
Meu filho, quando ele atendeu. Ai Meu Deus! O mesmo tom de voz. falando baixinho, voz cansada, confusa. Meu Deus, filhinho, eu revivi tudo de novo. Tudo novamente.
Entao Hygor disse-me que eu respeitasse os meus limites. Titio Joselio tambem me disse que eu precisava tomar cuidado para nao retroceder os sentimentos de tudo o que passei. mas era inevitavel ter que ve-lo. Eu precisava conversar com ele, e com sua mamae.
No mesmo dia ele veio a minha casa. Veio direto para ca. Ao abrir a porta, parecia que eu havia te visto novamente... mesma idade, mesma doenca, mesmo tom de voz. a mesma confusao.
Tive que lutar muito para nao ter um ataque de panico naqueles dias e conseguir ir ate o final. Localizar medicacao. explica-los o que estava acontecendo. Convence-lo que se nao tomasse medicacao voltaria para o hospital. E orientar a sua mae como proceder. A quem pedir ajuda. Quando pedir ajuda. Eu consegui! Fiquei tao orgulhosa de mim, filho...
Depois de uma semana, eles ja podiam andar com suas proprias pernas. Entao sentei e pensei: " Se meu filho nao tivesse adoecido, eu nao saberia ajuda-los".
Hugo, Deus sempre faz tudo muito perfeito. Nada nesse mundo que nos vem como maldicao, Deus nao pode transformar em bencao.
Sua doenca foi uma bencao na vida de seu amigo. Voce nao sofreu a toa. Nao foi a toa , filho. Para alguma coisa util, boa, isso tudo serviu. E fiquei orgulhosa de Ti. Por ter ido ate o fim insistindo com a vida, sem olhar para tras.
Fiquei ainda mais apaixonada por Jesus, por ser assim tao sabio.
As vezes eu fico fraca, filho...muito fraca...
Penso as vezes que isso tudo e insurportavel demais! E tudo muito grande para uma pessoa so suportar , mas ai eu lembro de tantas coisas, tantos propositos de Deus. Tantos planos que Deus esta fazendo em minha vida. Entao me sinto como prata, refinada, bem brilhosa, para ficar mais perto de como Deus quer que eu esteja.
A prata vai no fogo para isso. E na fornalha tenho sido tratada por Meu Deus, que nunca me abandona.
Hoje mesmo a mae do amigo de Hyuri esteve aqui em casa, e viu uma foto sua e me disse: " Voce e muito forte. Eu nao suportaria!".
Nao sabe ela o quanto sou fraca. O quanto meu coracao doi. O quanto sinto sua falta, mas a fraqueza me faz forte, porque busco o consolo do Espirito Santo. E quanto mais busco, mais o encontro, e mais perto d'Ele fico.
Quanto mais o meu amor pelo Pai e testado. Mais eu o amo. Porque Deus e digno de todo meu amor. E eu o amo pouco, diante ao tanto que Ele me ama. pois Ele me amou muito antes que eu o amasse.
Sou grata a Deus por ter lhe reservado morada no Ceu. Por estar tomando conta de Ti, pois o que Ele faz por ti. A alegria que Ele lhe da. Eu nao poderia lhe dar filho, pois tenho as minhas limitacoes humanas. Vivo debaixo dessas limitacoes, e das imperfeicoes da humanidade.
Quando eu estiver no seu mesmo estagio espiritual, filho. Entao serei digna de abraca-lo novamente.

Te amo para todo o sempre.
Te amo tambem Papai do Ceu...meu amigo. meu companheiro. meu Pai.
Te amo, Papaizinho.
E como me dizia meu filho. te amo muito...muito...muito...muito...

1 Comment:

Je said...

Filhos Filhos sao tudo na nossa vida, é o coração fora do corpo. Éum buraco sem fim, uma saudade que Maltrata muito. Posso imaginar o sentimento de perder um filho. Tenho uma menina de 12 anos e um menino de 5 anos. Oro todos os dias para que tenham saúde e muita vida pela frente!
Vi que vc gosta de ler a Bíblia, e lá fala que havera uma ressureição de justos e de injustos, que acontecerá bem breve Olhe o que diz o texto de João 6: 25 a 30: “Digo-vos em toda a verdade: Vem a hora, e agora é, em que os mortos ouvirão a voz do Filho de Deus, e os que tiverem dado ouvidos viverão.  Pois, assim como o Pai tem vida em si mesmo, assim também concedeu ao Filho ter vida em si mesmo.  E deu-lhe autoridade para julgar, porque é Filho do homem. Não vos maravilheis disso, porque vem a hora em que todos os que estão nos túmulos memoriais ouvirão a sua voz  e sairão, os que fizeram boas coisas, para uma ressurreição de vida, os que praticaram coisas ruins, para uma ressurreição de julgamento. Não posso fazer nem uma única coisa de minha própria iniciativa; assim como ouço, eu julgo; e o julgamento que faço é justo, porque não procuro a minha própria vontade, mas a vontade daquele que me enviou.
E isso acontecerá aqui na terra o que vc acha disso? O que acha de abraçar e beijar teu filho de novo??

SE quise me escrever: mandapraje@yahoo.com.br

d